Como escolher um bom Controle de Acesso ?

As principais características de um bom controle de acesso são:  rapidez, Durabilidade(robusto) e bons dados.

Rápido – A Biometria é o aparelho dos sonhos mas será os equipamentos do mercado são rápidos o suficiente ? Os leitores RFID apesar de serem mais caros (custo do chaveiro) são em média 3 vezes mais rápidos que a Biometria

Durabilidade  - Tanto a Biometria como o Leitor RFID ficam expostos a chuva e desgaste decorrente da falta de delicadeza de alguns moradores ou visitantes.

Gerar Relatórios Online – É fundamental ter acesso online de informações do Fluxo do Condomínio.

Controle de Pedestre Via RFID para Melhorar Segurança do Prédio - www.locapredios.com.br

Controle de Pedestre Via RFID para Melhorar Segurança do Prédio – www.locapredios.com.br

Além do Controle de Pedestre o ideal é controlar a garagem. A Linear HCS já está presente em mais de 30% do mercado prédial, com controle remoto robusto com preço justo – média de 40 reais.

Infelizmente o sistema Linear HCS de Carros é muito fraco na exposição dos dados, ele apresenta um modulo simples que mostra apenas um texto básico de informações do morador.

A Locaprédios criou um sistema que adapta o Modulo IP, passando os dados via internet para um tablet !!! Assim o porteiro no lugar de ver o arquivo texto simples consegue ver a foto do carro e do morador que estão chegando no prédio.

Controle de Pedestre Com RFID e CFTV digital

Controle de Pedestre Com RFID e CFTV digital

Caso prefira o sistema da Locaprédios permite ainda a abertura da porta diretamente do APP celular – evitando a necessidade de compra do Controle Remoto diminuindo drasticamente o custo do projeto.

 

Controle de Acesso de Carros Tag Ativo

Controle de Acesso – Entrada de Carros !!!

RFID  - Chaveiro Linear  

Opção de Abertura no carro

1) Via Tag Ativo

2) Via App

3) Controle Remoto Linear HCS

Receptor na Portaria 

Controle de Acesso via Arduino  - abertura de portão sem controle remoto

No Sistema de Controle de acesso de carros a foto do morador e do carro aparecem no sistema

No Sistema de Controle de acesso de carros a foto do morador e do carro aparecem no sistema

www.locapredios.com.br
11 3796-9000
comercial@locapredios.com.br

Gerenciamento online do sistema (você pode cadastrar ou descadastrar moradores diretamente via internet)

Linear Plus

Software Online para abertura de Portas – tela de cadastro

Relatórios Online 

Veja as Imagens na Internet do controle de acesso de carros e pedestre Locapredios

Veja as Imagens na Internet do controle de acesso de carros e pedestre Locapredios

 

Tipos de acionamentos:

Via Tag Ativo RFID

Controle de Acesso de Carrros de RFID

Chaveiro Linear HCS

Controle Remoto Linear HCS

Abertura do carro via celular (App ou Ligação)

Segurança Predial – Controle de Acesso Cftv

A maior preocupação dos Síndicos de condomínios é a segurança. Para cada tipo de prédio há uma solução, a Locaprédios, Empresa Especializada em Locação de Equipamentos de Segurança dá algumas dicas:

Prédios Residenciais Pequenos

  • Porteiro Eletrônico Maxcom Xpe 1013 (Para quem não tem porteiro) Xpe 1011 (para quem tem porteiro)
  • 4 a 8 câmeras com infravermelho com dvr (não use computador, dá muita manutenção)

Prédios residencial Grandes

Prédio Club (acima de 300 aptos)

Prédio Comercial Pequeno

  • Câmeras em todos andares – Com sistema de verificação de rosto
  • 16 a 32 Câmeras com Infra em area comuns e garagens
  • Controle de Acesso sem catraca
  • Monitoramento Externo

Prédio Comercial Grande

  • Câmeras em todos andares – Com sistema de verificação de rosto
  • 64 a 128 Câmeras com Infra em area comuns e garagens
  • 4 cameras Ip com pantilt e Zoom
  • Controle de Acesso com catracas

Para qualquer Condomínios:

Eli Zynger é Diretor da Empresa Locaprédios, tem 20 anos de experiencia com segurança de prédios, já fez projetos em mais de 300 prédios.

No Portal do Síndico – Você acha as Melhores Empresas de Segurança Condomínio

 

 

Condomínios residenciais terão rede de vigilância compartilhada

Condomínios residenciais terão rede de vigilância compartilhada

Iniciativa já é feita em alguns edifícios da zona sul, como Itaim Bibi e Vila Olímpia - Divulgação

Condomínios em São Paulo desenvolvem regras para melhorar a segurança de moradores e funcionários. Controle na portaria e câmeras de monitoramento são alguns dos recursos usados por um prédio na Zona Sul da cidade para evitar possíveis arrastões.

O prédio tem cinco espelhos para que os moradores consigam ver a rua antes de deixar o condomínio. Além disso, qualquer visitante precisa apresentar um documento para que a entrada seja liberada. “O funcionário é treinado até para verificar um falso documento e toda a entrada, mesmo que se dê o documento, só acontece após a liberação verbal do morador”, afirma o síndico Adriano Ambrosini.

O condomínio tem mais de mil moradores e a entrada deles é liberada apenas pelos porteiros, assim como o portão da garagem. Sessenta e quatro câmeras registram o movimento no condomínio e o síndico quer colocar ainda mais. A portaria é blindada e monitorada por uma central de segurança. “Toda vez que a porta dessa guarita é aberta é acionada a central de monitoramento. Ele consegue ver se tem alguém estranho dentro da guarita”, explica a gerente da empresa de segurança respon´savel Ana Paula Ipólito.

Para os prédios que não têm condições de montar um esquema de segurança como esse, alguns cuidados simples podem ajudar:

- Deixar a lista de convidados para uma eventual festa na portaria

- Descer para pegar encomendas

- Respeitar as regras de segurança do prédio

Essas e outras sugestões de segurança estão em um folheto que a Polícia Militar, em parceria com o Sindicado da Habitação (Secovi), vai entregar em condomínios de São Paulo. “Dentro dessa parceria a gente vai estar em contato com a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública, para entender quais são as melhores atitudes preventivas que o condomínio pode tomar”, afirma o presidente do Secovi, Cláudio Bernardes.

Fonte: Estadao

 

Condomínios investem em segurança para evitar arrastões

Condomínios investem em segurança para evitar arrastões

Câmeras e controle na portaria são algumas das medidas adotadas.
Sindicato da Habitação e Polícia Militar dão dicas de segurança.

Locação de Câmeras Prédios

Condomínios em São Paulo desenvolvem regras para melhorar a segurança de moradores e funcionários. Controle na portaria e câmeras de monitoramento são alguns dos recursos usados por um prédio na Zona Sul da cidade para evitar possíveis arrastões.

O prédio tem cinco espelhos para que os moradores consigam ver a rua antes de deixar o condomínio. Além disso, qualquer visitante precisa apresentar um documento para que a entrada seja liberada. “O funcionário é treinado até para verificar um falso documento e toda a entrada, mesmo que se dê o documento, só acontece após a liberação verbal do morador”, afirma o síndico Adriano Ambrosini.

O condomínio tem mais de mil moradores e a entrada deles é liberada apenas pelos porteiros, assim como o portão da garagem. Sessenta e quatro câmeras registram o movimento no condomínio e o síndico quer colocar ainda mais. A portaria é blindada e monitorada por uma central de segurança. “Toda vez que a porta dessa guarita é aberta é acionada a central de monitoramento. Ele consegue ver se tem alguém estranho dentro da guarita”, explica a gerente da empresa de segurança respon´savel Ana Paula Ipólito.

Para os prédios que não têm condições de montar um esquema de segurança como esse, alguns cuidados simples podem ajudar:

- Deixar a lista de convidados para uma eventual festa na portaria

- Descer para pegar encomendas

- Respeitar as regras de segurança do prédio

Essas e outras sugestões de segurança estão em um folheto que a Polícia Militar, em parceria com o Sindicado da Habitação (Secovi), vai entregar em condomínios de São Paulo. “Dentro dessa parceria a gente vai estar em contato com a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública, para entender quais são as melhores atitudes preventivas que o condomínio pode tomar”, afirma o presidente do Secovi, Cláudio Bernardes.

Fonte: G1