PM terá acesso a câmeras privadas em setembro

CAIO DO VALLE – O ESTADO DE S. PAULO

25 Agosto 2014 | 15h 51

Segundo secretário da Segurança Pública, bancos e condomínios passarão a compor rede de vigilância

Divulgação
Fernando Grella Vieira, secretário estadual da Segurança Pública, não informou a quantidade de locais que irão compor o projeto

 

SÃO PAULO – O secretário estadual da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, disse nesta segunda-feira, 25, que em setembro começam a ser conectadas à rede de monitoramento da polícia algumas câmeras de vigilância privadas. Os equipamentos ficam em estabelecimentos comerciais e residenciais e estão exclusivamente voltados para lugares públicos. As imagens poderão ser acessadas em tempo real pela Polícia Militar. Grella não forneceu a quantidade de locais que passarão a compor o projeto no primeiro momento.

“Nós já temos alguns convênios e alguns protocolos de intenções firmados. Faltava o decreto, que o governador assinou há dez dias autorizando a secretaria a celebrar esses convênios”, afirmou Grella. “Vamos partir, no próximo mês de setembro, para os atos específicos, com cada entidade, cada associação, cada condomínio.”
De acordo com ele, serão definidos planos de trabalho e os locais das câmeras que se mostram necessários ao programa estadual, batizado de Detecta. Entre os imóveis que deverão ceder suas imagens para o poder público fazer a vigilância estão bancos, associações.
“Começa por São Paulo, capital, e também poderá se colocar nas principais cidades do interior”, disse o secretário. “Temos várias reuniões marcadas e alguns protocolos de intenções já celebrados. O que nós precisamos é especificar isso, objetivar isso com um plano de trabalho. São câmeras voltadas para a área pública em pontos estratégicos. Não são todas as câmeras de condomínios, mas aquelas em locais estratégicos de interesse para a segurança pública.”
Aumento dos roubos. Estatísticas da Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulgadas nesta pelo Estado mostram que os roubos cresceram pelo 14.º mês seguido em território paulista, embora em um ritmo menor. A alta foi de 12,6%.
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) não quis comentar nesta segunda-feira, 25, essa estatística especificamente, mas falou sobre ações que poderiam ajudar a diminuir o índice. “O latrocínio é muito ligado ao roubo e furto de veículos. Então, à medida que nós derrubamos, como está acontecendo há dois meses, roubo e furto de veículo, junto cai também o latrocínio. Metade quase dos latrocínios está ligado a roubo e furto de veículos. Então, lei do desmanche, Detecta, blitze, saturação em regiões onde são necessários.”
Segundo o tucano, a quantidade de câmeras monitorando as ruas e estradas pode chegar a milhares em todo o Estado. As concessionárias de rodovias do Estado já aderiram ao programa, com 660 câmeras espalhadas nas estradas. “Nova York (cidade que inspirou o projeto) tem 6 mil câmeras de vídeo no Detecta. Nós podemos até superar, porque não tem limite. Já começamos com o governo, com a Polícia Militar e hoje entra a iniciativa privada, porque as concessões (de estradas) são privadas.”
O projeto faz parte das promessas de campanha de Alckmin, que concorre à reeleição.

TAGS:

Por segurança, bombeiros notificam 234 estabelecimentos

 

Vistorias foram realizadas durante o mês de julho na capital maranhense.
Locais apresentaram irregularidades na segurança e proteção contra incêndio.

Em São Luís, 234 estabelecimentos foram notificados por irregularidades nos itens de segurança e proteção contra incêndio e pânico, segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA). As notificações foram feitas durante vistorias realizadas no mês de julho ao longo da Avenida Litorânea, na Praia de São Marcos e no Ponta d’Areia. A informação foi publicada no jornal “O Estado do Maranhão”.

Do total, 158 notificações foram para edificações comerciais; 28 para locais de aglomeração de público como clubes, por exemplo; 12 foram em postos de combustíveis e locais de revenda de gás de cozinha; quatro foram em edificações escolares; 14 em locais onde são realizados eventos temporários; duas foram em unidades de saúde; três em edificações industriais, 12 em condomínios; além de um hotel da capital marnahense.

Segundo os Bombeiros, as principais irregularidades encontradas foram problemas nas coberturas; nas instalações de gás de cozinha; nos extintores de incêndio; nas instalações elétricas e em outras dependências.

Nos locais onde foram encontradas irregularidades, foi dado um prazo com variação de 30 a 120 dias, a depender da irregularidade, para que as pendências fossem sanadas. Também foram expedidas oito multas para os espaços com irregularidades graves ou problema reincidente. As multas variavam de R$ 118,00 a R$ 1.180,00.

Segundo o jornal, as vistorias realizadas pelo Corpo de Bombeiros estão baseadas no Código Estadual de Segurança contra Incêndio e Pânico, previsto na Lei 6.546 de 29/12/1995.

 


Luminária de Led - Saída
Luminária de Led – Saída

Luminária de Led – Saída

Bateria Autonoma de 5 Horas

R$ 190,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Luminária de Led - Saída Esquerda e Direita
Luminária de Led – Saída Esquerda e Direita Lançamento

Luminária em Led – Fundo Verde – Saída Esquerda e Direita Esquerda

R$ 150,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Placa Ruta Fuga  Saída Teto .
Placa Ruta Fuga Saída Teto .

Placa Rota Fuga Saída Teto Dupla Face 13×26 cm Espessura 4 mm

R$ 29,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Placa Seta Fotoluminescente - Codigo: C1
Placa Seta Fotoluminescente – Codigo: C1

Placa Rodapé C1 – Seta Tamanho: 7x20cm – Ideal Para Rota de Fuga Fotoluminescente

R$ 4,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Placa Teto  Rota Fuga - S2 - Saída Esquerda ou Direita
Placa Teto Rota Fuga – S2 – Saída Esquerda ou Direita

Placa Rota Fuga Teto Dupla (Direita Esquerda) para ser colocada pinudarada – tamanho :13×26 cm Espessura 4cm

R$ 29,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Placa Seta Esquerda - Fotoluminescente -  S2 - Tamanho13x26 Cm
Placa Seta Esquerda – Fotoluminescente – S2 – Tamanho13x26 Cm
Placa Seta Esquerda – Código: S2 – Fotoluminescente – Tamanho 13×26 Cm - Rota de Fuga - Sentido Obrigatório -

Placa Rota de Fuga Anti-chama Fotoluminescente Certificada

R$ 6,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

 

Fita Antiderrapante - Preta  - 30 MTS
Fita Antiderrapante - Preta – 30 MTS

Fita Antiderrapante Preta

- Rolo de 30 metros Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens,fácil instalação e alta resistência.

Ambientes Externos

R$ 99,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante Fotoluminescente - 30mts
Fita AntiderrapanteFotoluminescente – 30mts

Fita Antiderrapante Fotoluminescente

- 30 mts – Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

R$ 220,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante - Amarela - 30 MTS
Fita Antiderrapante – Amarela – 30 MTS

Fita Antiderrapante Amarela

- Rolo de 30 metros Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

Ambientes Extermos

R$ 120,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante - Zebrada (Preto e Amarelo)  30 MTS
Fita Antiderrapante – Zebrada (Preto e Amarelo) 30 MTS

Fita Antiderrapante Zebrada – Rolo de 30 metros

Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

Ambientes Externos

R$ 110,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante Fotoluminescente - 5mts
Fita Antiderrapante Fotoluminescente – 5mts

Fita Antiderrapante Fotoluminescente

- 5 mts – Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

R$ 48,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante - Vermelha)  30 MTS
Fita Antiderrapante – Vermelha) 30 MTS

Fita Antiderrapante Vermelha

- Rolo de 30 metros Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

Ambientes Extermos

R$ 99,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante Transparente - 5 Mts
Fita Antiderrapante Transparente – 5 Mts

Fita Antiderrapante Transparente- Rolo de 5 metros

Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

Ambientes Externos

R$ 25,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante - Verde  30 MTS
Fita Antiderrapante – Verde 30 MTS

Fita Antiderrapante Verde

- Rolo de 30 metros Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

Ambientes Extermos

R$ 99,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante - Branca  30 MTS
Fita Antiderrapante – Branca 30 MTS

Fita Antiderrapante Branca

- Rolo de 30 metros Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

Ambientes Extermos

R$ 120,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Antiderrapante - Azul  - 30 MTS
Fita Antiderrapante – Azul – 30 MTS

Fita Antiderrapante Azul

- Rolo de 30 metros Ideal para rampas, escadas e pisos. Reduz o perigo de quedas e derrapagens, fácil instalação e alta resistência.

R$ 99,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

Fita Isolamento Amarela e Preta - 180 mts
Fita Isolamento Amarela e Preta – 180 mts

Fita para Isolamento Amarela e Preta

Tamanho: Comprimento 180mts –  Largura de 7 cm

Ideal para Isolamentos de Áreas internas e externa

Cor Amarela Preto

R$ 18,00
Clique para ver detalhes
Clique para adicionar ao carrinho

 

Bandidos são mortos após assalto em condomínio de SP

Os criminosos invadiram o condomínio na noite desta quinta

Foto: Nivaldo Lima / Futura Press

Dois criminosos foram mortos e um policial ficou ferido após um roubo a condomínio no bairro da Mooca, na zona leste de São Paulo. Segundo informações da Polícia Militar, os bandidos invadiram o prédio na avenida Paes de Barros por volta das 18h.

Acionada, a PM foi ao local e houve troca de tiros. Um policial foi ferido no braço e dois criminosos foram mortos. O caso foi enviado para o 18º DP, no Alto da Mooca.

No Portal do síndico Você encontra as melhores empresas de SEGURANCA

TERCEIRIZACAO DE PORTARIA
CONSULTORIA E PROJETOS DE SEGURANÇA
LOCACAO DE CAMERAS
BLINDAGEM DE GUARITA
CONTROLE DE ACESSO
MONITORAMENTO 24 HRS

 

 

São Paulo – Dois assaltantes morreram depois de trocar tiros com policiais militares no penúltimo andar de um condomínio na Avenida Paes de Barros, Mooca, zona leste da capital paulista. Na ação, que ocorreu no início da noite desta quinta-feira, 31, um PM foi atingido no braço. Alex Dalla Vecchia Costa, de 32 anos, e Ailton dos Santos, de 33, não resistiram aos ferimentos e faleceram no mesmo local do tiroteio, no 18º andar do prédio.

De acordo com o boletim de ocorrência, a dupla conseguiu invadir o edifício porque o porteiro os confundiu com moradores. Eles usaram o elevador para subir até o 17º andar. Lá, subiram dois lances de escadas e se depararam com o zelador do condomínio. O homem estranhou a presença dos rapazes e, ao questioná-los, disseram estar no local para realizar “manutenção do prédio”.

Desconfiado, o funcionário os deixou e seguiu ao térreo para pedir ao porteiro que avisasse os moradores e ligasse à polícia. “Eu corri para trancar a porta, fiquei desesperada”, relatou a estudante Isadora Licastro, de 15 anos, que estava sozinha em casa quando recebeu a chamada pelo interfone.

A PM encontrou os assaltantes no interior de um apartamento vazio no 18º andar. Quando viu a presença das autoridades, Costa teria sido o primeiro a disparar e atingir o braço de um dos policiais, que revidou e o matou na cozinha. Santos também teria efetuado disparos em seguida, mas foi atingido no quarto, onde morreu. O resgate chegou a ser acionado.

Nenhum morador do condomínio presenciou a ação, mas vários relataram ter ouvido o barulho de “muitos tiros”. A secretária Alessandra Licastro, mãe de Isadora, afirmou que o andar do confronto estava “cheio de sangue”. Outros moradores disseram só ter ficado sabendo do caso no dia seguinte.

O caso foi encaminhado ao Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: Terra e Estado