Placa Fotoluminescente Certificadas Andares 13434-3 com Cnpj

Para Tirar o AVCB o Corpo de Bombeiros exige a Placa de Sinalização de Rota de Fuga e Combate  a Incendio com Certificação:

  1. Fotoluminescencia de pelo menos 30 horas
  2. Cnpj ou Identificação do Fabricante
  3. Não Propagar Chama

http://www.corpodebombeiros.sp.gov.br/internetcb/Downloads/IT-20-Sinalizacao_de_emergencia.pdf

Captura de Tela 2015-08-20 às 11.49.03 Captura de Tela 2015-08-20 às 11.49.12Placa Sinalização Andares Fotoluminescentes 

Exemplo de Placa Certificadas Com Cnpj 

Placa Sinalização Andar Fotoluminescene Play RJ

Placa Sinalização Andar Fotoluminescene Play RJ

Norma 13434-3 Última Atualização:

Captura de Tela 2015-08-20 às 12.01.40

 

Captura de Tela 2015-08-20 às 12.02.18

 

Captura de Tela 2015-08-20 às 13.49.36 Captura de Tela 2015-08-20 às 13.49.54Captura de Tela 2015-08-20 às 13.50.02

Controle de Para Raio e Brigada de Incêndio

LEGISLAÇÃO Brigada de Incêndio

legislacao

No âmbito federal

A Brigada de Incêndio está prevista na Lei nº 6.514 de 1977, que dá as diretrizes sobre Segurança e Medicina do Trabalho, regulamentada pela Portaria nº 3.214/78, através da NR 23.

 

No âmbito estadual

O programa de Brigada de Incêndio está previsto no Decreto Estadual nº 46.076 de 31.08.01, que regulamenta a segurança contra incêndio nas edificações de áreas de risco no Estado de São Paulo, em vigor a partir de 23 de Abril de 2002, que contempla a I.T (Instrução Técnica) 17 que passou a integrar os parâmetros para o programa de Brigadas de Incêndio previstos na NBR nº 14.276/99 e para os Campos de Treinamento de Combate a Incêndio a NBR 14.277/99.

 

No âmbito municipal

Cada Prefeitura através do seu CONTRU (Departamento de Controle de Uso de Imóveis), que atua na prevenção e fiscalização de instalações e sistemas de segurança de edificações do município, tem aplicado normas e exigências próprias, a exemplo do município de Guarulhos no seu Código de Edificações Lei nº 21.718/97 no art. 62 § 1º que fala da expedição doAlvará de Utilização que deve ser renovado anualmente, exigindo o Atestado de Formação de Brigada – AFB, para todos os estabelecimentos.

 

Melhores Empresas de Brigada de Incêndio - Você Encontra no Portal Sindico.com

Melhores Empresas de Brigada de Incêndio – Você Encontra no Portal Sindico.com

Empresa Especializada em Controle de Para Raio

Atestado de Para-Raio

Portal Síndico.com - Encontro os Melhores Fornecedores para Condomínios

Portal Síndico.com – Encontro os Melhores Fornecedores para Condomínios

Brigada de Incêndio Para Condomínios – Instrução Técnica 17

AVCB e Brigada de Incêndio: O condomínio em dia com a legislação

IT 17 Brigada de Incêndio

São raros os condomínios em dia com as obrigações de prevenção e combate a incêndio. Isso porque a maioria dos síndicos tem dificuldades em acompanhar as medidas periódicas que devem tomar para manter o edifício seguro e de acordo com a legislação. Algumas vezes até existe atenção aos equipamentos, mas a falta de treinamento faz com que a segurança fique comprometida nas situações de ocorrência de sinistros. E mais: a irregularidade coloca em risco não só a vida e o patrimônio dos condôminos, como pode levar à recusa de ressarcimento por parte da seguradora em caso de incêndio.

Melhores Empresas para certifição com Rt da Instrução Técnica 17 - para Condomínios

Melhores Empresas para certifição com Rt da Instrução Técnica 17 – para Condomínios

Quem descreve esse cenário é o consultor e auditor Waldir Pereira, engenheiro com mais de 30 anos de atuação na área, É o mesmo diagnóstico dado pelo administrador e síndico experiente, Roberto Silva. Ambos se deparam rotineiramente com o desconhecimento dos síndicos e se dedicam a conscientizá-los de suas obrigações com edificações.

“É preciso estar atento à legislação, que sofre atualizações frequentes”, afirma Silva. Os parâmetros mais recentes estão contidos no Decreto Estadual 56.819/2011 (de São Paulo), que na Instrução Técnica 17 atualiza o Regulamento de Segurança Contra Incêndio das Edificações e Áreas de Risco. “E a melhor maneira de manter o condomínio seguro e dentro da legalidade é contar com uma verificação anual feita por consultor especializado, que orientará adequações quando necessárias”, recomenda Silva.

AVCB

Todo empreendimento novo precisa passar por vistoria obrigatória e obter o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) para tirar o habite-se. Checamse todos os detalhes do sistema de prevenção e combate a incêndio – extintores, mangueiras, luzes de emergência, portas corta-fogo, sinalização etc. Uma vez em ordem, o edifício recebe o documento, que tem validade de um ano para edifícios residenciais novos e depois deve ser renovado a cada três anos.

E como renovar? A orientação é contar com a consultoria de um especialista, que irá recomendar ações caso haja algum desacordo com a lei. Em seguida, o profissional emite um laudo avalizando o sistema, recolhe-se uma taxa junto à prefeitura e solicita-se a nova vistoria do Corpo de Bombeiros.

“Se estiver tudo dentro da normalidade, gasta-se cerca de R$ 3 mil na consultoria e atualização. Por economia, muitos síndicos optam por não fazer, colocando o edifício em risco”, afirma Silva, que defende a importância de se incluir essa despesa no orçamento. Ele lembra ainda que se o condomínio sofrer com a queda de um raio e o AVCB não estiver em dia, a seguradora não irá ressarcir os danos. “E do jeito que cai raio atualmente em São Paulo, não vale a pena arriscar”, orienta.

BRIGADA DE INCÊNDIO

Outra obrigação deixada de lado é a formação, implantação, treinamento e reciclagem da Brigada de Incêndio, regulamentada pela Instrução Técnica 17. “O documento foi referenciado nas normas técnicas da ABNT e no Manual de Fundamentos do Corpo de Bombeiros. Existem orientações em função do tipo de ocupação, que determina o grau de risco. Para edifício residencial, o treinamento é básico porque o risco é baixo”, explica Waldir Pereira.

A formação da Brigada exige curso específico, realizado por empresa especializada (geralmente a mesma que prepara para o AVCB), com profissionais devidamente habilitados, e inclui: teoria e prática de combate a incêndio; teoria e prática de primeiros socorros. Segundo o especialista, a atividade deve ocorrer num campo de treinamento padronizado, com participação de um mínimo de moradores, síndico e funcionários. O condomínio, então, recebe um atestado de Brigada de Incêndio e deve passar por simulados a cada seis meses. Já a reciclagem deve ocorrer uma vez por ano, ambos coordenados pela prestadora de serviços.

Waldir Pereira defende que precisaria haver, entre os condomínios, um controle do programa de Brigada através de reuniões, com registro em ata. Mas o assunto acaba deixado de lado pelos condomínios e o sistema fica pela metade. “Ter documentação dentro da lei, mas Brigada sem treinamento, não adianta”, adverte.

OBRIGAÇÕES LEGAIS

Além do Decreto Estadual (SP) 56.819/2011, os síndicos e administradores realizado pelo coordenador de operações Fabio Gomes, do Edifício Villa Lobos, empreendimento comercial da zona Oeste de São Paulo. O material completo está disponibilizado no link http://migre.me/cVF2Ae envolve desde Diretrizes sobre Segurança e Medicina do Trabalho (fundamentais para a parte dos primeiros socorros, por exemplo), até a circular da Susep para a área de seguros.

Fonte: Direcional

As Melhores Empresas para Brigade de Incêndio em  Condomínios Você Encontra no Portal do Síndico.com

As Melhores Empresas para Brigade de Incêndio em Condomínios Você Encontra no Portal do Síndico.com

SP: bombeiros controlam incêndio em prédio comercial

03 de julho de 2014 • 02h54 • atualizado às 05h31

Segundo o Corpo de Bombeiros, fogo foi controlado por volta de 1h45 desta quinta-feira

Até a noite, não havia informação sobre o que teria causado as chamas

Foto: Alan Morici / Terra

O incêndio que atingiu um prédio comercial na tarde desta quarta-feira, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo, foi controlado pelo Corpo de Bombeiros à 1h45 desta quinta-feira, de acordo com a corporação. Segundo os bombeiros, mesmo após controlar o incêndio, 18 viaturas seguiam no local, na fase de rescaldo, por volta de 5h30.

O fogo começou por volta das 16h45, na rua Senador Dantas. Quarenta e uma viaturas e pelo menos 160 bombeiros foram enviados ao local para combater as chamas.

SP: incêndio de grandes proporções atinge prédio comercialClique no link para iniciar o vídeo

SP: incêndio de grandes proporções atinge prédio comercial

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), em função da ocorrência, a alameda Santo Amaro, sentido único, próximo à rua Paulo Eiró, foi interditada. O local do incêndio fica próximo ao Largo 13.

Por meio de nota, a empresa Armarinhos Fernando, dona do depósito e da loja, informou que, devido à atuação rápida de sua equipe, “todos os funcionários e consumidores foram retirados com segurança” do local. “A Armarinhos Fernando está no aguardo de um parecer da perícia para identificar a causa do incêndio”, diz a nota.

Placas de Sinalização Rota de Fuga

Placas Sinalização Extintores Hidrante

 

 

Cerca de 5% dos prédios fizeram vistoria no Rio

Cerca de 5% dos prédios fizeram vistoria no Rio

Até o dia 1º de julho, os prédios residenciais e comerciais da cidade do Rio de Janeiro que não apresentarem os laudos da autovistoria poderão ser multados, de acordo com o Decreto Municipal nº 37.426/13. Levantamento feito pela Prefeitura indicava que, até o fim de janeiro deste ano, apenas 2% dos 270 mil prédios do município entregaram os laudos. Faltando menos de uma semana para o fim do prazo, estima-se que este número não ultrapasse os 5%.
Para o engenheiro Civil e de Segurança Francisco Leite, consultor do Grupo I Can, que realiza o serviço de autovistoria, o baixo índice de entrega dos laudos se deve a quatro fatores principais: “Em primeiro lugar, ao velho hábito, de nós brasileiros, de deixarmos tudo para a última hora. Em segundo, a esperança de que a Prefeitura prorrogue, mais uma vez, o prazo de entrega. Em terceiro, a falta de informação e de divulgação para os síndicos e, por último, a dificuldade dos responsáveis pela edificação em contratar profissionais, seja pelo desconhecimento de onde encontrá-los ou por dificuldades financeiras para a contratação”.

Leite ressalta ainda que a grande importância da autovistoria é quanto à segurança no uso das edificações, seguido pela valorização patrimonial resultante da inspeção predial. “Muito além de uma autovistoria técnica, é imperativo transmitir segurança para os proprietários, inquilinos, prestadores de serviço e visitantes de condomínios e hóspedes e clientes de hotéis”, afirma.

2 – OBJETIVOS DA LEGISLAÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

I – proteger a vida dos ocupantes das edificações e áreas de risco, em caso de incêndio;

II – dificultar a propagação do incêndio, reduzindo danos ao meio ambiente e ao patrimônio;

III – proporcionar meios de controle e extinção do incêndio;

IV – dar condições de acesso para as operações do Corpo de Bombeiros; e

V – proporcionar a continuidade dos serviços nas edificações e áreas de risco.

3 – PRINCIPAIS LEGISLAÇÕES QUE TRATAM DA SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

I. Decretos Estaduais, que dispõe sobre as exigências das medidas de segurança contra incêndio nas edificações e nas áreas de risco, no Estado de São Paulo.

II. Instruções Técnicas (IT) do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo (CBPMESP), que prescrevem as regras para execução e implantação das medidas de segurança contra incêndio, disponíveis no campo legislação.

III. Normas Técnicas Oficiais da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

IV. Normas complementares (federais, estaduais e municipais).

 

Portal Síndico.com – Aonde Você Encontra as Melhores Empresas para COMBATE A INCENDIO
AVCB- AUTO DE VISTORIA
BRIGADA DE INCENDIO
PLACAS DE SINALIZACAO
ALARMES CONTRA INCÊNDIO
VENDA DE EXTINTORES E EQUIPAMENTOS
RECARGA DE EXTINTORES

Recarga Extintores Condomínios

Extintores de Incêndio em SP – Grande SP, Litoral e Interior

Conforme a NR23 do Ministério do Trabalho as inspeções dos extintores de incêndio devem ser realizadas mensalmente. Já a manutenção deverá ser realizada anualmente ou quando solicitada na inspeção mensal.

Teste hidrostático devem ser realizados em todos os extintores de incêndio no prazo máximo de 5 anos ou quando apresentarem sinais térmicos, mecânicos ou corrosão.

Sindico.com - Recarga Extintores Condomínios

Melhores Empresas de Recarga Extintores

recarga do extintor de incêndio deve ser realizada imediatamente após o uso, ou quando o ponteiro do indicador de pressão estiver na faixa de operação vermelha.

Abaixo estaremos listando os modelos de extintores de incêndio e quais os tipo de incêndio que devem ser utilizados.

Extintor de Incêndio de Água Pressurizada

  • Carga água potável
  • 10 l.
  • Capacidade extintora 2ª
  • Utilizar na classe A sendo elas: materiais sólidos tais como madeira, papel, pano e plástico.

Extintor de Incêndio de Pó Químico Seco

  • Carga de pó químico seco
  • 4 Kg
  • Capacidade extintora 20B
  • Utilizado na classe BC sendo elas: equipamentos elétricos e líquidos inflamáveis tais como, gasolina, óleo, thiner, tinta e álcool.

Extintor de Incêndio de Dióxido De Carbono (Co2)

  • Carga de dióxido de carbono
  • 6 Kg
  • Capacidade extintora 5BC
  • Na classe B C, sendo ela: equipamentos elétricos e líquidos inflamáveis tais como, geradores, casa de máquinas e casa de força.

NR23 – Proteção Contra Incêndios: Estabelece as medidas de proteção contra Incêndios, estabelece as medidas de proteção contra incêndio que devem dispor os locais de trabalho, visando à prevenção da saúde e da integridade física dos trabalhadores. A fundamentação legal, ordinária e específica, que dá embasamento jurídico à existência desta NR, é o artigo 200 inciso IV da CLT.

 No Portal do Síndico.com – Você Encontra as Melhores Empresas de Recarga de Extintores

» Recarga de Extintores

Extinbel Extintores
Especializado em Recarga de Extintores, Teste em mangueiras de hidrante, sinalização de emergência.
RRGA
Prestamos os seguintes serviços: AVCB -Auto de Vistoria/ Recarga e manutenção de Extintores / Teste de mangueiras de hidrante / Venda de novos equipamentos. Serviços estes prestados com segurança e qualidade por profissionais capacitados. Certificação Inmetro REGISTRO Nº 2402.
RBK Extintores
Crescimento com qualidade. A RBK Extintores atua no mercado de equipamentos de combate à incêndio, desde então centrada na busca de qualidade e tecnologia que garantiu o reconhecimento da sociedade fazendo parte do seleto grupo de tb_f
SIAADM
O Grupo SIAA Soluções é uma empresa voltada para propor e realizar o melhor para o Cliente. Atuamos com: Planilha de Leitura de Água e Gás, Individualização de Água, Individualização de Gás e/ou manutenção, Instalação e Manutenção de CFTV, Venda – Manutenção e Recarga de Extintores, Curso de Brigada de Incêndio, Laudos de AVCB